No IX Seminário de Gestores Públicos, evento organizado pela Associação dos Municípios do Estado do Ceara (Aprece) e do Instituto Future, o Governador do Estado, Camilo Santana fala sobre ações desenvolvidas na sua gestão no combate a pandemia e no apoio dado ao setor produtivo.

Em sua palestra de abertura, o chefe do Executivo Estadual comentou sobre novos desafios que se alastraram pelo estado por conta da pandemia que trazia consigo uma estrutura de isolamento nunca antes vista, assim como no processo de modificação necessário do setor da Administração Pública e sua consequente atuação, de forma direta, no amparo a setores que movimentam a economia do Ceara. “A maior crise sanitária deste século, que exigiu de todos nós muita serenidade, união e trabalho. Despertou o sentimento de solidariedade entre as pessoas e, também,
aflorou mais ainda as desigualdades do nosso país”, afirmou Camilo.

Dentre os temas debatidos, o principal foi o fortalecimento do sistema de saúde do estado, principalmente no aumento do número de leitos, chegando a alcançar mais de 5.000 leitos de UTI para a população. “Mais de 80% da população cearense utiliza o SUS. Portanto, a importância, num momento desse de pandemia, a gente ter um sistema que sai fortalecido e possa atender às demandas da população”.

Ações como aumento do número de leitos e contratação de profissionais foram objetivo central do dinheiro investido pelo Governo do Ceará, cerca de R$ 4,7 bilhões na área da saúde.