Feed RSS

Samoel Holanda recebe medalha Papai Raimundo, em Várzea Alegre (26)

Postado em 18 agosto 2017

No dia 26 de Agosto, o sócio diretor da S&S Informática, Samoel Holanda, recebe a Medalha Papai Raimundo, em homenagem a suas contribuições para o desenvolvimento da cidade de Várzea Alegre

"O momento representa uma homenagem àquelas pessoas do município, ou não que, deram sua contribuição para o desenvolvimento da cidade, nas mais diversas áreas". 

RELAÇÃO DOS HOMENAGEADOS COM A MEDALHA PAPAI RAIMUNDO, EM 2017

Ana Ferreira Rolim "Dona Aniete" - Professora;

Cristiana Bitu de Freitas - Enfermeira;

Francisco Batista Alves "Demontiê" - Contador;

Francisco Marco Filho - Administrador, Radialista, Empresário e Escritor;

GVS Sport Nordeste - Empresários Hélio Tenório da Silva e Osmar Meneghiti;

José Batista Rolim - Vereador;

José Carolino do Nascimento "Zé Luzia" - Agricultor;

José Sarto Nogueira Moreira - Deputado Estadual;

Josimar Cunha Rodrigues "Josimar de Maranhãozinho" - Deputado Estadual pelo Maranhão;

Maria Valdinete Silva - Pedagoga com especialização em psicopedagogia e Ex-Secretária Municipal Assistência Social;

Nilo Sérgio Viana Bezerra - Ex-Deputado Estadual;

Samoel Moreira de Holanda Júnior - Empresário.

Comentar

Capacitação Nacional de Gestores Ambientais é iniciada em Fortaleza

Postado em 17 agosto 2017

Foi iniciada, nesta quinta-feira (17), em Fortaleza, a 3ª edição do Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais (PNC). O evento, que acontece até sexta-feira (18), na Assembleia Legislativa (AL), é uma realização da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), por intermédio da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (Saic).

 A abertura está prevista para esta quinta, 9h, no auditório da Unipace, no anexo da AL, com a presença de Edson Duarte, secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do MMA; Artur Bruno, secretário do Meio Ambiente do Ceará e diversas outras autoridades, entre as quais o representante da Aprece e prefeito de Deputado Irapuan Pinheiro, Claudenilton Pinheiro. O PNC reúne dirigentes ligados ao meio ambiente de todos os municípios do Estado e está sendo realizado na modalidade semipresencial, com carga horária de 110 horas, sendo 80 à distância e 30 presenciais.

Na abertura da 3ª edição do Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais, foi realizada a entrega dos kits aos 19 municípios premiados com a Certificação Praia Limpa e Selo Município Verde (PSVM). Cada kit contém um notebook, um projetor, uma impressora, um decibelímetro, uma trena e uma máquina fotográfica. Foram selecionadas para o SMV as cidades de Acaraú, Barreira, Beberibe, Bela Cruz, Brejo Santo, Caucaia, Crateús, Crato, Eusébio, Farias Brito, Fortaleza, General Sampaio, Iguatu, Maracanaú, Morada Nova, Novo Oriente, Piquet Carneiro, Sobral e Tauá. O Selo é um Programa de Certificação Ambiental Pública. Ele identifica, a cada dois anos, os municípios cearenses que desenvolvem ações protetivas do meio ambiente com melhores resultados na salvaguarda ambiental, atendendo critérios de conservação e uso sustentável dos recursos naturais.

A Certificação Praia Limpa, por sua vez, é um programa de governo, coordenado pela SEMA, consistindo na concessão de um selo de certificação ambiental aos municípios que aderirem voluntariamente ao programa inscrevendo suas praias, para que sejam avaliadas e conquistem um selo de qualidade atestando as condições de higiene/limpeza, segurança e conservação exigidas pelo programa dentro de critérios estabelecidos, conforme a legislação. Cinco municípios receberam placas referentes à certificação Praia Limpa: Beberibe, praia do Morro Branco; Cascavel, praia de Barra Nova; Fortaleza, praia de Iracema; Jijoca de Jericoacoara, praia de Jericoacoara; e Paraipaba, praia da Lagoinha.

PNC

O PNC foi criado para atender aos anseios dos estados e municípios, como uma estratégia de fortalecimento do Sistema Nacional do Meio Ambiente e de qualificação da gestão ambiental. Visa capacitar gestores, servidores, técnicos ambientais e outros atores sociais para colaborar com a estruturação de políticas no contexto federativo, envolvendo a responsabilização e o empoderamento dos entes, nas três esferas de governo.

A formação inclui a realização de sucessivas aproximações e diagnósticos da realidade local, de forma a que, no fim do percurso formativo, o gestor tenha ampliado sua percepção sobre as temáticas tratadas e esteja apto a atuar de forma planejada e contando com um elenco de parcerias anteriormente não visualizadas em prol da gestão ambiental dos municípios.

Com informações do Governo do Estado do Ceará

Comentar

PEC do Simples Municipal é aprovada em primeiro turno

Postado em 17 agosto 2017

Por unanimidade, com 64 votos, o Plenário aprovou nesta quarta-feira, 16 de agosto, em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/2015, que prevê prestação de contas simplificada para municípios de pequeno porte. A proposta ainda precisa passar por três sessões de discussão antes da votação em segundo turno. Em seguida, será votada na Câmara dos Deputados.

Autor da proposta, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) disse que a nova norma constitucional, a ser regulamentada em lei, favorece a adoção de regras mais simples para a celebração de convênios e transferências de créditos da União e estados. Atualmente, observou, os pequenos e grandes municípios seguem os mesmos critérios de prestação de contas, o que acaba prejudicando as administrações municipais de menor porte, que sofrem com a elevada burocracia.

Relator da proposta, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) destacou que a PEC simplifica o funcionamento de mais de 60% dos municípios brasileiros, assim considerados aqueles com até 15 mil habitantes. Na prática, a definição das novas regras de prestação de contas ainda deverá ser feita pelos parlamentares por meio de projeto de lei complementar depois que a PEC for aprovada na Câmara dos Deputados.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/2015, que vem sendo chamada de “Simples municipal”, busca garantir um tratamento diferenciado para os pequenos municípios, facilitando o acesso a mais recursos e tornando a prestação de contas mais condizente com a realidade que experimentam, de escassez de estrutura e de mão de obra com a necessária qualificação técnica para lidar, por exemplo, com as complexidades que envolvem a celebração de acordos entre municípios, estados e a União.

A aprovação da matéria também foi saudada pelos senadores Lindbergh Farias (PT-RJ), Paulo Bauer (PSDB-SC), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Ivo Cassol (PP-RO), Valdir Raupp (PMDB-RO), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), João Capiberibe (PSB-AP) e pelas senadoras Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Rose de Freitas (PMDB-ES).

Fonte: Senado Federal. 

Comentar

Aprece debate com OAB sobre fechamento de comarcas no Ceará

Postado em 17 agosto 2017

Na tarde desta quarta-feira (16), o presidente da Aprece, Gadyel Gonçalves, recebeu em audiência na sede da entidade o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Secção Ceará (OAB Ceará), Marcelo Mota, acompanhado de comitiva. Na oportunidade, foi discutido o projeto do Tribunal de Justiça do Ceará que prevê a extinção de 60 comarcas do interior do Estado, com a desativação de fóruns de 34 comarcas e a transferência de 26 para outras comarcas.

Atualmente, o projeto tramita na Assembleia Legislativa, aguardando votação.  Advogados da capital e do interior estão à frente de um movimento intitulado “Diga NÃO à extinção de comarcas. Diga SIM à ampliação do acesso à Justiça”. Trata-se de uma mobilização liderada pela OAB Ceará em todo o Estado para reafirmar o posicionamento da Ordem contrário ao projeto de lei do TJCE.

Durante a audiência na Aprece, Marcelo Mota e sua equipe fizeram uma apresentação sobre os impactos do fechamento das comarcas. Segundo ele, cerca de 700 mil cearenses serão prejudicado e aproximadamente 20 mil processos serão retirados de suas varas originais e terão que ser somados a outros já existentes. Outro argumento defendido pela OAB Ceará é que o projeto do TJCE não conta com estudo de impacto financeiro, de modo que, caso seja implantado, não acarretará em redução de custos. Além disso, explica Marcelo Mota, fere o artigo 104 da Constituição Federal, segundo o qual cada município deve ser sede de uma comarca.

 “Não podemos aceitar esse retrocesso, por isso, vamos continuar lutando para que não haja essa extinção de comarcas”, ressaltou Marcelo Mota, frisando que a OAB Ceará não apoiará o fechamento de sequer uma delas no Ceará, tendo em vista o amplo acesso à Justiça preconizado pelo artigo 5º, XXXV da Constituição Federal.  

Diante do exposto, o presidente da Aprece sugeriu a realização de um encontro com os prefeitos dos municípios afetados pelo projeto, para que a OAB Ceará possa detalhar todos esses impactos e para que a entidade, em nome da maioria dos gestores envolvidos, possa tomar um posicionamento efetivo sobre o assunto. A reunião ficou agendada para o próximo dia 28 de agosto, no auditório José Amorim Sobreira, na sede da Aprece, a partir das 10h.

Comentar

Aberto prazo para prestação de contas 2016 da assistência social

Postado em 16 agosto 2017

Já está disponível para preenchimento de Estados e municípios o Demonstrativo Sintético da Execução Físico-Financeira. No documento, os gestores da assistência social fazem a prestação de contas dos recursos federais recebidos em 2016 por meio do Fundo Nacional de Assistência Social (FNAS). O demonstrativo está disponível no Sistema de Gestão do Sistema Único de Assistência Social (Suasweb) até o dia 2 de outubro de 2017.

Neste ano, a prestação de contas deve ser feita para os cinco blocos de financiamento do Suas: Proteção Social Básica, Proteção Social Especial de Média Complexidade, Proteção Social Especial de Alta Complexidade, Gestão do Suas e Gestão do Bolsa Família, como pede a portaria 113. Publicada em maio de 2016 pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), a portaria organizou os repasses fundo a fundo efetuados pelo governo federal – uma reivindicação antiga das prefeituras.

Para a diretora do Fundo Nacional de Assistência Social, Dulcelena Martins, o demonstrativo é um instrumento de prestação de contas, uma forma de dar transparência aos recursos da assistência social. Ela destaca ainda que o não preenchimento do demonstrativo pode prejudicar a continuidade dos serviços.

“São 90 dias de preenchimento, contando o prazo do gestor e o prazo do conselho. A portaria 113 determina claramente que o não preenchimento dos dados e a não deliberação do conselho acarretará a suspensão de recursos. Isso traz um prejuízo muito grande para o município porque pode causar a descontinuidade da prestação de serviços à população”, afirmou a diretora.

Os gestores devem ficar atentos. Depois da análise de dados, o MDS poderá solicitar documentos para verificar o cumprimento das metas físicas e financeiras do plano de ação elaborado pelos Estados, municípios e pelo Distrito Federal.

Depois de preenchido, o demonstrativo deve ser avaliado pelos conselhos estaduais e municipais até o dia 2 de novembro. Somente poderão preencher e finalizar o sistema gestores que tenham senha e login no Suasweb disponibilizado pelo ministério.

Cláudia Mária Almeida é secretária municipal de Assistência Social em Nanuque (MG). Segundo ela, os técnicos já estão recolhendo a documentação para preencher o formulário de prestação de contas. “A prestação é importante porque a gente está sabendo, de forma adequada, como e quando usar os recursos para que os usuários não fiquem prejudicados e voltem para uma situação de vulnerabilidade”.

Informações sobre os programas do MDS: 0800 707 2003.

Fonte: MDS

Comentar

Aprece realiza curso sobre LAI e Ouvidoria Pública

Postado em 16 agosto 2017

Mediante cooperação técnica com a Controladoria Geral da União (CGU) Regional Ceará, a Aprece realizará, no próximo dia 22 de agosto, através de sua Escola de Gestão Púbica Municipal, uma capacitação sobre Lei de Acesso à Informação e Ouvidoria Pública. O curso, que acontecerá no auditório José Amorim Sobreira, na sede da entidade, contará com carga horária de 8h/aula, sendo voltado para ouvidores municipais, gestores, assessores, secretários, corpo técnico, servidores representantes de cada município, entre outros.

A capacitação acontecerá na modalidade presencial, proporcionando aos participantes, um espaço de discussão e debate sobre os instrumentos legais de transparência e publicidade na gestão pública municipal. O principal objetivo é orientar os representantes das gestões municipais cearenses acerca da implantação da LAI e das ouvidorias, apresentando aspectos conceituais e orientações importantes sobre a formalização dos processos e fluxos de informação e sobre o funcionamento do Serviço de Informações ao Cidadão (SIC) e do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC).

Palestrante

O curso será ministrado por Leonino Gomes Rocha, superintendente substituto da Controladoria-Geral da União (CGU) – Regional/CE. Ele é doutorando na Universidade de Salamanca/Espanha em Estado de Direito e Governança Global, com tese na área de redes de prevenção e combate à corrupção; mestre em Administração pela Universidade Estadual do Ceará (2007); especialista em Controladoria Governamental pela Universidade Federal do Ceará (2002); e graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade de Fortaleza (1991). Tem experiência na área de Administração Pública, com ênfase em Controladoria Governamental (Gestão e Finanças Públicas, Contabilidade e Auditoria Pública) e Prevenção e Combate à Corrupção.

Conteúdo

A capacitação abordará os seguintes temas:  Lei de Acesso à Informação (LAI): Acesso à informação e participação social; Índice de Percepção da Corrupção da Transparência Internacional; Origem da LAI; Previsão constitucional e legal; Abrangência da LAI; Transparência ativa e passiva; Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) e e-SIC; Restrição de acesso (informações pessoais, sigilosas); Penalizações; Transparência e combate à corrupção. Ouvidoria Pública: Aspectos históricos; Previsão legal; Definição de ouvidoria; Fluxo de atendimento; Etapas de instalação de uma ouvidoria; Tipos de manifestações de ouvidoria; Respostas aos cidadãos; e Sistema informatizado – e-OUV.  

Inscrições

O curso será oferecido gratuitamente para os municípios filiados, havendo custo para os não-filiados. As vagas são limitadas, contemplando um total de 50 participantes. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas AQUI.

Mais informações:

Escola de Gestão Púbica Municipal da Aprece – EGPM/Aprece – 85.4006.4025.

Serviço

Curso Lei de Acesso à Informação e Ouvidoria Pública

Data: 22 de agosto de 2017

Horário: Das 8h30 às 17h

Local: Auditório José Amorim Sobreira

Rua Maria Tomásia, 230

Sede da Aprece

Comentar
Página 17 de 61« Primeira...10...1516171819...304050...Última »

AtendimentoCentral: 85 3252-1454 | TIM: 85 99924-5884 | CLARO: 85 99119-9396 | OI: 85 98527-3138 | Whatsapp: 85 99683-7978

SEDE 2Juazeiro do Norte, CE - 88 3511-9361

SS Informática