Feed RSS

Produção de lixo deve crescer 50% em 21 anos

Postado em 27 março 2015

O grande volume diário de lixo descartado, hoje, no Estado é resultado de décadas da quase ausência de educação ambiental por parte dos cearenses, associada à ineficácia de ações públicas para reduzir a produção de detritos. Mas a situação que já é ruim pode ficar ainda pior, caso medidas emergenciais não sejam tomadas. Projeções divulgadas pela Secretaria de Meio Ambiente (Sema) revelam que, em 21 anos, a geração diária de resíduos sólidos no Ceará deve aumentar cerca de 50%.

Os dados fazem parte do Panorama de Resíduos Sólidos do Ceará, diagnóstico apresentado, ontem, pelo órgão durante o Seminário Estadual de Cenários para Gestão de Resíduos Sólidos. O levantamento foi realizado com base em informações dos anos de 2013 a 2015 e tem por meta subsidiar a elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos, que, a passos lentos, ainda está em andamento.

Em 2013, diz o estudo, os municípios cearenses, juntos, contabilizaram 9.575,88 toneladas de lixo por dia. Com base no histórico de geração de resíduos no Estado, para o ano de 2022, a estimativa é que sejamos responsáveis por 11.250,03 toneladas diárias de detritos. Já em 2034, as projeções do órgão indicam que a produção deve alcançar 14.440,88 toneladas de lixo diariamente, 50% superior à registrada dois anos atrás.

Descartáveis

"Esse alto número pode ser explicado tanto pelo crescimento da população urbana, como pelo aumento da cultura dos descartáveis e pela falta de um programa de educação ambiental para resíduos", diz o engenheiro ambiental Francisco Humberto Carvalho Jr, coordenador do Plano Estadual de Resíduos Sólidos.

Mas, enquanto as previsões apontam para uma produção cada vez maior de lixo, continuam faltando ações para destinar e tratar corretamente o que é gerado. Os lixões, que, de acordo com as determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos, deveriam ter sido extintos em agosto do ano passado, ainda são destino final de 97% dos detritos no Estado. O número de depósitos, conforme o levantamento, tornou-se incalculável, devido à rapidez com a qual se formam e se encerram, sem o controle dos municípios. Só 3% dos resíduos são acondicionados em aterros sanitários, método estabelecido pela lei para a disposição do lixo, já que reduz a contaminação do solo.

Comentar

GOVERNOS MUNICIPAIS DEVEM REALIZAR EVENTOS PREPARATÓRIOS PARA A CONFERÊNCIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Postado em 26 março 2015

De acordo com a resolução publicada pelo Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), entre 11 de maio a 10 de agosto, os governos municipais devem realizar os eventos preparatórios para a 10ª edição da Conferência Nacional de Assistência Social. O documento também definiu a data para que os governos estaduais também realizem seus eventos: até 19 de outubro.

“É necessário que os estados e municípios discutam e avaliem a execução das políticas de assistência social em seus territórios e nos ajudem a construir as diretrizes para o próximo ciclo de dez anos”, ressaltou o presidente do CNAS, Edivaldo da Silva Ramos. De acordo com ele os encontros neste ano vão apoiar a elaboração do próximo Plano Decenal da Assistência Social, com validade até 2025.

A 10ª Conferência Nacional de Assistência Social será entre os dias 7 e 10 de dezembro, em Brasília. O evento, que ocorre a cada dois anos, tem o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Comentar

SESA AMPLIA VACINAÇÃO CONTRA SARAMPO PARA ATÉ 29 ANOS DE IDADE

Postado em 24 março 2015

Iniciou nesta segunda-feira, 23, a campanha de intensificação da vacinação contra o sarampo, para a imunização de toda a população na faixa etária de 5 a 29 anos da capital cearense e do município de Caucaia. A campanha que segue até 18 de abril pretende vacinar mais de 1,2 milhões de crianças, adolescentes e adultos jovens em Fortaleza e Caucaia.

No próximo sábado, 28 será o dia D de mobilização da vacinação nos dois municípios. Em Fortaleza, os postos de saúde do município vacinam todos os dias da semana das 7 às 19 horas e também funcionarão para vacinação no domingo, 29 de março, e nos sábados dias 4 e 11 de abril. Na vacinação de rotina continuam sendo imunizadas contra o sarampo as crianças quando completam 6 meses, de novo quando fazem 1 ano da vida e ainda com 1 ano e três meses.

A ampliação da faixa etária para a vacinação contra o sarampo se deve à alta incidência da doença entre a população de 5 a 29 anos. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado na última sexta-feira, 20 de março, pela Secretaria da Saúde do Estado, dos 86 casos de sarampo confirmados este ano, 28 casos, 32,6% do total, ocorreram em crianças de 6 meses a menos de 5 anos e 44 caso, 55,6% do total, na população de 5 a 29 anos.

Transmissível

O sarampo é uma doença altamente transmissível. A pessoa com sarampo transmite a doença ao falar, respirar e tossir. Os sintomas e sinais da doença são: febre acima de 38,5, manchas vermelhas por todo o corpo, acompanhadas de tosse e/ou conjuntivite e/ou coriza e manchas brancas na parte interna na parte interna na boca. A recomendação é uma a quem apresentar esses sintomas e sinais: procurar imediatamente uma unidade de saúde.

Comentar

Veja como fica a tabela do Imposto de Renda com reajustes

Postado em 12 março 2015

Governo federal acertou com o Congresso Nacional o reajuste da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) na noite de terça-feira. Ficou acertado que a tabela será corrigida de maneira escalonada, de maneira que as alíquotas serão reajustadas conforme as faixas de renda.

A faixa de isenção e de alíquota de 7,5% serão corrigidas em 6,5%. Para a alíquota de 15%, o reajuste da tabela será de 5,5%. No caso da faixa de 22,5% de imposto de renda, a correção será de 5%. Para a alíquota de 27,5%, o reajuste na tabela será de 4,5%.

Nesta quarta-feira, o governo publicou, no Diário Oficial da União, a Medida Provisória 670 com a correção escalonada. O documento prevê que os ajustes passem a valer a partir de abril. A tabela também deve vigorar no período de janeiro a março de 2015.

Veja como fica o cálculo do imposto de renda com a nova tabela:

BASE DE CÁLCULO ALÍQUOTA PARCELA A DEDUZIR DO IR
Até R$ 1.903,98  –  –
De R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65 7,5% R$ 142,80
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 15% R$ 354,80
De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68 22,5% R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 869,36
Comentar

TCM aprova nova Resolução sobre o SIM de 2015

Postado em 26 fevereiro 2015

Sabemos que o prazo máximo para entrega do SIM de Janeiro de 2015 é sábado 28 de fevereiro podendo ser entregue até o dia 2 de março, segunda-feira próxima.
O TCM aprovou em Plenário Resolução que define a Não Aplicação de Sanções para as Entidades que entregarem o SIM de janeiro de 2015 até o dia 20 de março de 2015.
Ressaltamos que o Prazo do SIM por ser definido em Lei não pode ser mudado, a não ser por outra Lei, por conta disto ficará constando no Site do TCM a legenda “A” que indica Entrega em Atraso para quem entregar após o dia 2 de março.
A Resolução do TCM apenas isenta os Municípios da aplicação de Sanções como Multas ou deixar o Município impossibilitado de emissão de Certidões.
O Manual com as novas mudanças foi liberado aproximadamente às 15 horas do dia de hoje26/02/2015 e imediatamente iniciamos a leitura do mesmo para providenciarmos as alterações necessárias em nossos Sistemas de Contabilidade, Licitação, Folha de Pagamento e Patrimônio.
Acreditamos que até o final do dia de amanhã estaremos liberando uma nova versão dos Sistemas citados para que todos possam finalmente iniciar os trabalhos conclusivos do SIM.
Após o estudo do Manual do SIM, poderemos voltar a enviar nova comunicação para os nossos Clientes informando que providências deverão ser tomadas para o atendimento de novas exigências.

Atenciosamente,

Samoel M. de Holanda Junior

Comentar

O que fazer com rejeitos eletrônicos

Postado em 23 fevereiro 2015

Com a maior acessibilidade e o barateamento da tecnologia, está cada vez maior o uso de aparelhos eletrônicos nos domicílios brasileiros. Segundo o Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.Br), no Nordeste, por exemplo, 97% das residencias possuem pelo menos uma TV, 86% têm telefone celular e 19% computador portátil.

De acordo com a Accenture, multinacional de consultoria de gestão, o Brasil é o maior consumidor de equipamentos eletrônicos do planeta. E, como todos os anos são lançados novos tipos de aparelhos, gera-se uma dúvida: o que acontece com os eletrônicos descartados?

Para solucionar questões como essa é que foram criadas ações como a Ambiente Brasil Sustentável (Ambrasus), cooperativa que trabalha com a destinação correta de resíduos sólidos e eletrônicos. “A gente perguntava qual destino dar e ninguém sabia. Alguns tiravam as partes que davam dinheiro, como o cobre e o metal, e o resto era lixo”, lembra João Paulo Brasil Carvalho, idealizador e fundador do projeto. “Daí eu fui para Curitiba para aprender o que era lixo eletrônico, para dar um destino correto, e então a gente resolveu abraçar essa causa e fazer parceria com as empresas que compram esses materiais”.

Uma das principais questões apontadas por João Paulo é a falta de consciência das pessoas sobre o que é resíduo eletrônico e, por isso, muitos desse materiais vão parar junto com o lixo comum. O idealizador da Ambrasus conta que eles recebem cerca de 1,1 tonelada de rejeitos – como TVs, celulares, máquinas de lavar, computadores, dentre outros – o que ainda é pouco comparado com a quantidade de lixo produzido por pessoa. “Isso traz um grande problema para o meio ambiente porque eles contêm materiais pesados como mercúrio, cádmio, chumbo, que em contato com o solo prejudica bastante tanto o lençol freático, como a vida útil dos animais e do próprio ser humano".

Esta preocupação com a conscientização e educação ambiental também é uma das diretrizes de empresas como a CallDesk. De acordo com Edward Oliveira, analista de marketing, a CallDesk já conseguiu reduzir 80% dos resíduos gerados que iam para o aterro sanitário e 100% do lixo eletrônico.

Edward enfatiza que este tipo de iniciativa acaba gerando uma relação mais sadia e humana para a sociedade além de despertar a consciência dos colaboradores. O analista de marketing também conta que a empresa já ganhou vários prêmios de práticas sustentáveis e que tem como um dos projetos para o futuro montar um ponto de coleta para funcionários e para o bairro.

Reciclagem

Tal como Ambrasus, a Ecoletas Ambiental também trabalha com a coleta, descaracterização, descontaminação e destinação dos rejeitos eletrônicos. Ao recolher o material descartado, os resíduos passam por pesagem, seguido da classificação por tipo de equipamento e desmontagem, como explica Wilson Rocha, diretor do Ecoletas.

Esse tipo de empresa trabalha em cima da logística reversa, um procedimento de manufatura com destinação final à reciclagem que gera novos recursos e matérias-primas para o ciclo produtivo. Para tal, a Ecoletas emite termos e certificados de coleta ou de entrega para as grandes empresas e cidadãos comprometidos com o descarte correto.

Outro tipo de preocupação desse tipo de empresa é com a proteção de dados. Como elas recebem muitos celulares e computadores, por exemplo, faz parte do procedimento padrão furar ou destruir os HDs e cartões de memória para impossibilitar qualquer tipo de resgate indevido de informação.

De acordo com Wilson Rocha, a Ecoletas recebe todo tipo de equipamento eletrônico, desde fios a lâmpadas e pilhas, responsabilizando-se pela separação e descaracterização dos elementos e destinação para empresas especializadas. Um dos clientes do Ecoletas Ambiental é a Coelce. Para Sérgio Araújo, especialista da área de meio ambiente da companhia, o procedimento é importante pois "quando você recicla, além de não produzir resíduos, deixa matéria-prima na natureza para o futuro".

De acordo com Sérgio, faz parte do princípio da Coelce a preocupação com a reciclagem e o descarte correto de resíduos. Além de programas como o Ecolce e a Coleta Verde, a empresa ainda tem a prática de indenizar clientes quando os aparelhos eletrônicos param de funcionar. "Nós recolhemos o produto e fazemos a destinação correta".

Coleta

Para ter acesso aos serviços de coleta e a destinação correta de eletrônicos, o cliente deve, em primeiro lugar, fazer o levantamento dos aparelhos que se quer descartar. Em seguida basta entrar em contato com as empresas de logística reversa, as quais possuem serviço de coleta residencial para quantidades substanciais de produtos. Outra alternativa é seguir diretamente para as sedes e entregar o equipamento sem qualquer ônus.

Mais informações:

- Ambiente Brasil Sustentável Telefone: 3284.6704 9601.9061.

- Ecoletas

Telefone: 3295.2179

Comentar
Página 39 de 61« Primeira...102030...3738394041...5060...Última »

AtendimentoCentral: 85 3252-1454 | TIM: 85 99924-5884 | CLARO: 85 99119-9396 | OI: 85 98527-3138 | Whatsapp: 85 99683-7978

SEDE 2Juazeiro do Norte, CE - 88 3511-9361

SS Informática